Coalizão Curitiba

Em Curitiba, a iniciativa Coalizão Cidades pela Água atuará na área de influência dos Sistemas de abastecimento Alto Iguaçu, Iraí, Passaúna e Miringuava, acompanhando o grande crescimento da região Metropolitana de Curitiba (RMC), que segundo o Ministério das Cidades e do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES) será uma das regiões que mais crescerá no país, chegando a quase cinco milhões de habitantes até 2020.




A Região Metropolitana de Curitiba já apresenta um déficit na oferta de água. Com 29 munícipios e abrigando 3,2 milhões de habitantes, a principal fonte de abastecimento da região metropolitana de Curitiba concentra-se na Unidade Hidrográfica do Alto Iguaçu, que faz parte do Sistema de Abastecimento de Água Integrado de Curitiba (SAIC).

A produção média do SAIC é de 9.500 litros por segundo, no entanto a demanda média da região já é estimada em 8.513 litros por segundo com picos de até 10.215l litros por segundo.

Curitiba está listada como a cidade da América Latina que mais se beneficiaria, na relação custo x beneficio, de investimentos em infraestrutura verde. O fortalecimento da infraestrutura verde de apenas 1000 ha poderá gerar uma redução em 10% no risco hídrico da região.

Por isso, a Coalizão propõe ações que minimizem o desequilíbrio hídrico, movendo esforços para ações de recuperação das bacias hidrográficas responsáveis pelo abastecimento de toda a região.