América

Na América Latina a TNC trabalha na Argentina, Belize, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua e Panamá Paraguai, Peru e Venezuela, para preservar algumas das florestas tropicais mais ameaçadas do mundo.

A região está passando por um crescimento econômico como nunca antes, e já contribui com 11% dos alimentos produzidos no planeta. É provável que a região em breve tenha um papel central na alimentação do mundo. Sua natureza exuberante representa 40% da biodiversidade do planeta. Ao longo da história, seus recursos foram utilizados para construir nações, reinos e impérios em todo o mundo. Hoje em dia, a natureza continua a alimentar o boom do desenvolvimento da região, e seus ecossistemas sustentam os principais mercados globais, incluindo os de ouro, prata, soja, nitratos, minerais, carne, frutas, café, algodão, petróleo, celulose e farinha de peixe. Para responder a esses desafios, focamos regionalmente em quatro prioridades: Segurança Hídrica, Agropecuária Sustentável, Infraestrutura e Oceanos e costas.

Na América do Norte, nosso trabalho de conservação começou em 1951 e construímos uma história de sucesso na proteção da natureza, onde trabalhamos para preservar os habitats e tesouros naturais em uma região que representa quase 15% da área total da Terra.

A TNC cobre os 50 estados dos Estados Unidos, protegendo diferentes habitats, de pântanos a recifes de coral. Buscamos trabalhar as ameaças à conservação vinculadas a mudanças climáticas, água doce , oceanos, estratégias urbanas e conservação de terras.

Ao contrário de outros lugares do mundo onde já é tarde demais para preservar grandes extensões de terra virgem, no Canadá ainda há tempo. O Canadá oferece oportunidades de preservação em uma escala praticamente inimaginável em qualquer outro lugar na Terra: desde a maior floresta temperada costeira ainda remanescente no planeta até a floresta boreal com 1,6 bilhões de acres.