Coalizão Cidades pela água completa dois anos garantindo segurança hídrica

Até 2020 serão 52 milhões para investir nas bacias do Rio Guandu e no Paraíba do Sul


Rio de Janeiro | 12 de dezembro de 2017

Os reservatórios de abastecimento do Rio de Janeiro estão no “cheque especial”. Mas, a boa notícia é que, os resultados dos dois anos da Coalizão Cidades pela Água   projeto da maior organização ambiental do mundo, The Nature Conservancy (TNC), em parceria com o setor privado comprovam que as soluções baseadas na natureza já causaram  impacto positivo em diversas regiões.

 

Cerca de R$ 52 milhões foram aprovados no Plano de Aplicação Plurianual 2017-2020 para investimentos em infraestrutura verde pelo Comitê Guandu e pelo Comitê para Integração da Bacia do Paraíba do Sul (CEIVAP), para as ações de conservação dos recursos hídricos e pagamentos por serviços ambientais em municípios prioritários dessas bacias.

 

Foram mapeados 65 mil hectares nos municípios de Resende, Mendes e Engenheiro Paulo de Frontin (RJ) e inseridos no Portal Ambiental Municipal (PAM) pela TNC, em parceria com as prefeituras, a Crescente Fértil e o Sindicato Rural de Resende. A TNC criou um PAM para as bacias do Rio Paraíba do Sul (RJ) e do Guandu também e  firmou parcerias com o Conselho Empresarial de Desenvolvimento Sustentável (CEBDES) e com a Federação da Indústria do Rio de Janeiro (FIRJAN) para engajar seus associados na Coalizão Cidades pela Água. 

Baseada nos projetos de Fundo de Água que a TNC desenvolve no Brasil desde 2005, a Coalizão Cidades pela Água  foi criada para unir esforços com o setor privado nacional e  internacional para atuar na segurança hídrica de 12 regiões metropolitanas brasileiras sob o risco hídrico e onde a adoção gera maior impacto.

 

“Com objetivo de ampliar a segurança hídrica de 12 regiões metropolitanas brasileiras até 2020, a Coalizão atua por meio de ações de conservação de nascentes e rios em áreas críticas para a produção de água. A iniciativa ajudará a garantir disponibilidade de água para 42 milhões de pessoas nessas cidades, trará benefícios para 46 mil famílias em áreas urbanas e rurais no começo das 21 bacias hidrográficas onde o projeto atua e recuperará ou protegerá cerca de 460 mil hectares de florestas”, explica o gerente de água da TNC, Samuel Barrêto.


A The Nature Conservancy (TNC) é uma organização não governamental que desenvolve projetos de conservação em mais de 30 países. No Brasil desde 1988, a TNC tem como missão proteger plantas, animais e ecossistemas naturais que representam a diversidade de vida na Terra. A organização atua nos principais biomas brasileiros Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica e Pantanal. Para mais informações, acesse: tnc.org.br

Mais informações